Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


TRAIÇÃO
 
Na lucidez certa que a traía,
Falou mais alto a carne vizinha,
Carne, brinde; não sentimentos, vinha:
Meu ser que teu, a outra possuía!
 
São meus sentimentos a ti, voltados;
Amo-te, a carne só me deu prazer.
Preciso dos teus beijos, teus agrados;
Perdoa meu sentir, se outra quis ter!
 
Golpes, que a amando lhe apliquei,
Na ânsia prazer, fizesse traída,
O prazer constante não resistiu!
 
No meu sentir, que culpas alimentei,
Por esta mesquinhez que sem saída,
Golpes lhe dei, e, meu coração partiu!
 
Barrinha,25 de fevereiro de 2018
aibs1953@gmail.com
WathsApp - 9 9450 4199
 
 
antonioisraelbruno
Enviado por antonioisraelbruno em 25/02/2018

Música: 1938 - Orlando Silva - Amigo Infiel - Desconhecido

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras