Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


Perdão
 
Por querido, humilde noto tema:
Quão puro sensível do amor irmão;
Vênia é esse o ditoso lema:
Ainda se não o posso, peço perdão!
 
Quem este sentimento sabe usar,
Nada custa, pedir é obrigação!
Muitos , orgulho não deixa aceitar:
Trazendo, amargurado coração!
 
Tens a perdoar ou por ele pedir?
Não perca tempo sendo ele vasto,
Não sabes a duração a concluir!
 
Perdão, dádiva!Poucos reconhecem!
Pouco usado: Não usam esquecem!
Que Perdão, foi feito pra gente pedir.
 
BARRINHA 08 DE AGOSTO DE 2017

aibs1953@gmail.com
 
israelbrunopoeta
Enviado por israelbrunopoeta em 08/08/2017
Alterado em 08/08/2017

Música: Abismo de Rosas - Americo Jacomino - Rafael Romeu Simas R - Desconhecido

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras