Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


ALTAR DE LAMA

De ti, a que eu te desabotoe
A blusa e a sinta bem amada.
Vejo por demais tanto afeiçoe
Tombando sejas acariciada!

Hóstia deste sentimento frustrado
Fraqueza de tormento abrasador
Na fonte onde tanto fui beijado
Hoje dos beijos,máscara sente dor!

Pura ansiedade de um amor
Nos mais puros desejos o dos mortais
Tenham sentimentos com este fator!

Em dores ao que tanto inflama
No altar se em sentimentos demais
Balcão,e nele hoje vejo lama!

BARRINHA 05 de agosto de 2017
israelbrunopoeta
Enviado por israelbrunopoeta em 05/08/2017
Alterado em 05/08/2017

Música: ALTAR DE LAMA VICENTE CELESTINO - Desconhecido

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras