Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


Brando o coração que está nas vidas
Na beleza que admira, embriagam-se os sonhos;
Minha a satisfação, queres-me comovida;
Notar jeito em que atiram mãos que se afagam.
 
Olhar preso a natura em paisagem se bela
Por pinguela passar prazer, ponte riacho;
Ainda que seja altura que sem medo a estrela,
Se ao cair na água bater, cabelos sem cacho.
 
Em nutrir esperança que em sonhos de musa
Se conforta o recanto alegra vive a amar
Lembrança se fagueira de que outrora já ido
 
Saudade das festanças da vida, difusa;
Rio com peito em pranto com a alma a exclamar
Pranto, amor, confiança: num amor bandido.
 
Barrinha 26 de setembro de 2018 19;53
WhatsApp - 16 994504199
aibs1953@gmail.com
"SILVANA COELHO."
antonioisraelbruno
Enviado por antonioisraelbruno em 26/09/2018

Música: A deusa da minha rua - A deusa da minha rua

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras