Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


MÃE.
 
Mãe, quão curta a palavra, extensa;
Por excesso de tanto sentimento;
No olhar que sem o ver, por intensa.
Conhece ao filho sem lamentos.
 
Mãe, advogada sem estudo, luta;
Desfaz se necessário por um filho,
Se o filho tem, péssima conduta,
Para ela, anda ele nos trilhos.
 
Ao filho estimula os passos,
Não crê, também nem pensa dar trabalho;
Mãe e mulher que pelo filho morre.
 
Quem sua mãe perdeu, honre o laço,
Lembre do seu cabelo, se grisalho:
Lágrimas que no coração escorre.
 
Barrinha 13 de maio de 2018
aibs1953@gmail.com
 
antonioisraelbruno
Enviado por antonioisraelbruno em 10/05/2018
Alterado em 10/05/2018

Música: MAMÃE ESTOU TÃO FELIZ AGNALDO TIMÓTEO - Desconhecido

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras