Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


A INDELICADEZA.
 
Negligente que suga alma, rudez,
Derruba sentimentos, junto a dor;
Negligencia ser, amargura fez,
Sombras de um viver, sem ter o amor.
 
Quer voltada para si, a atenção,
Causa ódio, maneira de se expor;
Mostrasse revoltada, demonstração,
Para si trazendo, todo dissabor.
 
Descortês que se mantém, se por louco,
Que sofre só por falta de carinho
Sem ninguém agradar, sua rudeza.
 
Sente só, ou pelo querer, bem pouco,
Fazendo da vida um inferninho,
Por uma brutal Indelicadeza.
 
Barrinha 12 de abril de 2018
aibs1953@gmail.com
WathsApp 994504199
antonioisraelbruno
Enviado por antonioisraelbruno em 12/04/2018

Música: Valsa dos namorados -- Francisco Alves. 1939 - Desconhecido

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras