Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


"NA MÁGOA EM QUE TROPEÇAS."

Dizes descrente alma, quanto choras.

Na opressão sentida a tua dor,
Por herege sofres e apavoras;
Sábio faças; inclina-te no amor!
 
Verás que deste teu funesto sofrer
Que paz não a encontra e luz não tens;
Só depararás à luz quando teu ver,
Que macularam o teu corpo e teus bens!
 
Imbuída a mágoa que tropeças
Neste sofrer que é também carência
Vida perambulante e sem regras.
 
Põe-te com Cristo e verás avessas;
Tendo o teu viver pela decência
No amor, que ao teu ser integras.
 
Barrinha, 12 de março de 2018
Aibs1953@gmail.com
antonioisraelbruno
Enviado por antonioisraelbruno em 12/03/2018

Música: Sangrando - Agnaldo Rayol

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras