Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


MUSA
 
Sejas musa deste pobre aprendiz
Que do poeta eu me procuro ser,
Fazendo deste homem tanto feliz,
Neste meu sentir que te procuro ter.
 
Poeta tem por divino, honroso
Prazer musa, a deusa que o prende.
Sentir tua imagem fervoroso;
Por máscula ser, teu ser o ascende!
 
Na bela família constituída,
Filhos belos à luz os premiara,
Musa que de si, fizeram amante.
 
Espelho refletor do ser à vida,
Encantado poetar, abismara,
Nos trejeitos, que a faz fascinante.
 
Barrinha, 10 de março de 2018

Aibs1953@gmail.com
 
antonioisraelbruno
Enviado por antonioisraelbruno em 11/03/2018
Alterado em 12/03/2018

Música: A deusa da minha rua - A deusa da minha rua

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras