Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


SOLIDÃO
 
Distante, tua ausência, solidão,
Um exílio quão amargo me conduz,
Disfarça na dor, afável coração;
Peito que o sentir se introduz.
 
Longe, destino nosso separado;
O porquê é, a resposta não me vem!
Por deserto sentir-me afastado;
Na saudade, amando, reproduzem.
 
Na penumbra se sinto, o amor tenho;
Fascinante ser que a mim sedutor
Meu rei, encanto em que persisto.
 
Amada que me faz ser-te me venho
Matreiro em que o sinto no amor
Distância, solidão por ti resisto!
 
Barrinha,01 de março de 2018

Aibs1953@gmail.com
WathsApp - 994504199
antonioisraelbruno
Enviado por antonioisraelbruno em 01/03/2018

Música: Leandro e Leonardo Solidão (1) - Desconhecido

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras