Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


PORTA SEM FECHADURA
 
Entra que porta é sem fechadura,
Seja como eu, a casa é tua!
Não repare, paredes rachaduras,
Modesto, o lugar que perpetua.
 
Nestas cicatrizes em que as compõem.
Tem uma lembrança razão do porquê!
Nem são tão velhas a muito as compõem
Razão, nobres amigos, vou lhes dizer!
 
Sentem-se, ouçam o que lhes digo,
Nestes bancos que já fora de pedra,
Sabe ser modestamente, abrigo!
 
Na carcaça em que os olhos medra,
Refletor avistar, eu não consigo!
Da rocha; este ser: este amigo!
 
Barrinha,24 de fevereiro de 2018
aibs1953@gmail.com
WathsApp - 994504199
 
 
antonioisraelbruno
Enviado por antonioisraelbruno em 24/02/2018
Alterado em 24/02/2018

Música: 1946 - Vicente Celestino - Porta Aberta - Desconhecido

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras