Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


EU COMI...
 
Comi que delícia sem piedade,
Ninguém sentiu tanto, quanto senti...
Por gostosa, a comi à vontade.
Meus olhos apaixonados revolvi.
 
Na vontade louca que sem licença;
Vontade de traçar, que delicia;
Pequena, volumosa demais, pensa,
Rasguei-a, senti prazer da malícia!
 
Nos lábios em que gotas escorriam,
Beijos impiedosos que martírio:
Do meu suplício, suor, que peleja...
 
Enterrado, no prazer escondiam,
Batia céu da boca, que delírio;
Chorei, findar verdura, da bandeja.
 
Barrinha 09 de fevereiro de 2018

Aibs1953@gmail.com
WathsApp – 9 9450 4199
antonioisraelbruno
Enviado por antonioisraelbruno em 09/02/2018

Música: Julio Iglesias - Coraçao apaixonado - Desconhecido

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras