Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


INDULGÊNCIA
 
No ser que humano e indulgente
Que por amor, com carinho perdoa,
As faltas que lhe foram comoventes
Que silente, ainda lhe abençoa.
 
Se há pela crítica repreensão,
Benevolência reduz gravidade
Indulgencia consente, moderação
Nos pacíficos termos da bondade
 
Ter compaixão não é erro, virtude:
induz espírito evitarnos mal
Perdão concede certas atitudes.
 
Perdoar ato agrada, coração:
Se censura, insatisfaz a moral
Indulgência; perdão a plenitude!
 
Barrinha 08 de fevereiro de 2018
Aibs1953@gmail.com
WathsApp 994504199
 
 
israelbrunopoeta
Enviado por israelbrunopoeta em 08/02/2018

Música: Beethoven - Sinfonia Pastoral - Desconhecido

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras