Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


QUANTAS LEMBRANÇAS...
 
São meus os encantos que abrilhantas
Tuas são pelas nobrezas constantes
Dos teus amores que tanto encantas
Dos modos teus são e quão cativantes!
 
No delírio, sofre o teu amante...
Embriaguez da alma sofre por ti:
Ainda que vivendo também distante,
Lembrar-te e em sonhos, não esqueci!
 
Destes meus desígnios é que só, vivo.
Na saudade pois esquecer-te não sei
A tentar-te torno-me num cativo.
 
Sempre na aliança que a ter-te-ei,
Diva, vida minha em confiança:
Num viver pensando; quantas lembranças!
 
Barrinha 11 de janeiro de 2018

Aibs1953@gmail.com
 
antonioisraelbruno
Enviado por antonioisraelbruno em 11/01/2018

Música: Sergio Reis - Lembrança - Desconhecido

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras