Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


ESTE SOU EU!

Servindo-me deste outono só meu
Cada folha seca me apresento,
Sentindo no vento ao soprar, eu:
No eu, se o sentir causa tormento!

Ventos soprados levam em telhados
Caindo outro na lama esse sou eu
Sou eu pelo caminho e pisado
Almas ferem-na: a folha se perdeu!

Sentindo amargurado e morreu;
Ao soltar-se do galho amigo!
Ao saltar-se do coração, sou eu!

Chuva se folhas caídas, jazigo!
Prosseguem além morte e nobres eus ,
Pelos pesares, sonhos somente meus!

Barrinha 06 de setembro de 2017
Aibs1953@gmail.com
06/10/2017 11h40min: 53
israelbrunopoeta
Enviado por israelbrunopoeta em 06/10/2017

Música: ALTAR DE LAMA VICENTE CELESTINO - Desconhecido

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras