Antonio Israel Bruno

Eu choro tua partida e a minha quem chorou?A tua marcou-me a vida,a minha de quem marcou?

Textos


DELIRIO DE AMOR...
 
 
Imaginando nos sonhos encantos
Arrastando-me aos teus pés clamar
Por fonte de desilusões e prantos
Senti o declínio ao me deixar.
 
Serpenteados caminhos, abismo;
Torturas, precipício resultante;
Sendo sonhos meus ao realismo,
Os sonhos se foram e incessantes!
 
Fragmentos caídos desse mistério
Loucuras se fizeram murmurantes
Sombras e delírios neste império!
 
Distúrbio mental embriaga alma
Sufoca inconsolável a tensão
Coração medra; desmaio acalma!
 
Barrinha quatro de agosto de 2017

Aibs1953@gmail.com
 
 
 
 
 
israelbrunopoeta
Enviado por israelbrunopoeta em 04/08/2017

Música: LINDOMAR CASTILHO - ÉBRIO DE AMOR editado pelo VALTER - Desconhecido

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras